Manancial da Cantareira, o maior de São Paulo, opera próximo do limite

Manancial da Cantareira, o maior de São Paulo, opera próximo do limite

Fonte: Agência Brasil

manacial_1.jpgO sistema Cantareira, o maior e mais importante manancial de água de São Paulo que abastece a Região Metropolitana, está operando próximo de seu limite de segurança e pode transbordar, atingindo a população riberinha. Dados divulgados dia 11 pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) mostram que o sistema opera com 97,5% de sua capacidade de armazenamento.

As chuvas, na área do sistema, já somam, até o décimo primeiro dia de janeiro, 149,6 milímetros, 58% da média histórica para o mês, que é de 255,9 milímetros.

Das quatro represas que compõem o sistema, Jaguari, Atibainha, Paiva Castro e Cachoeira, três (Paiva Castro, Cachoeira e  Atibainha) operavam, na última quinta-feira (7), com até 80 centímetros acima do nível de segurança.

Na última quarta-feira (6), a prefeitura do município de Atibaia (SP) responsabilizou a abertura das represas do sistema Cantareira, administradas pela Sabesp, pela enchente do Rio Atibaia que prejudicou mais de 300 famílias da cidade. O excesso de chuvas também foi apontado pela prefeitura como causa das inundações. 

A Sabesp afirmou que não havia colaborado com a enchente mas, sim, com a contenção das águas. Segundo a empresa, as represas retêm parte da vazão do rio e liberam a água aos poucos, ajudando no controle do volume de água transportado pelo rio.

Expansão Urbana Irregular sobre a Serra da Cantareira
As cidades brasileiras são caracterizadas por uma histórica desigualdade social, econômica e de padrões de urbanização.
Entra em vigor a lei que criou a nova companhia ambiental do Estado de São Paulo
A partir do dia 07.08.2009 entra em vigor a Lei 13.542, sancionada pelo Governo do Estado, em 08 de maio, que criou a "Nova CETESB". A agência ambiental paulista ganha uma nova denominação e novas atribuições...
Falta de acordo sobre reserva legal e APP adia votação do Código Florestal para 10/05
Após um dia de intensas negociações, o presidente da Câmara, Marco Maia, anunciou o adiamento da votação do Código Florestal (PL 1876/99) para a próxima terça-feira (10). Marco Maia se reuniu nesta quarta-feira com o relator do código, deputado Aldo Rebel
WWF apoiará reservas particulares de São Paulo
WWF-Brasil e a Fundação Florestal de São Paulo firmaram dia 01º/02 uma parceria para a produção de um diagnóstico e de um atlas sobre as reservas particulares do patrimônio natural (RPPNs) em todo o estado. Elas são uma categoria de unidade de conservaçã
Nova base de dados na Internet da Mata Atlântica
O Instituto BioAtlântica apresentou, no último dia 10/7, o sistema GeoAtlântica, o que classificou de
Código Florestal divide opiniões antes de chegar ao Senado
Parlamentares apresentam diferentes posições sobre votação do substitutivo do Código que tramita na Câmara.