Parque Estadual da Cantareira

O Parque Estadual da Cantareira é uma Unidade de Conservação criada através do Decreto nº 41.626/63. Possuindo 7.916,52 ha., abrange parte dos municípios de São Paulo, Caieiras, Mairiporã e Guarulhos. Trata-se de um grande fragmento de Mata Atlântica que abriga diversas espécies de fauna e flora, além de mananciais d'água de excelente qualidade.

A área do Parque foi tombada no final do século passado como forma de garantir o abastecimento da cidade de São Paulo, através das Represas do Engordador, Barrocada e Cabuçu. Sua conservação garante a preservação dos atributos naturais desta região.

Possui 90,5 quilômetros de perímetro e diversos tipos de uso do solo em seu entorno, como sítios, chácaras de recreio, condomínios de alto padrão, pedreiras, áreas densamente urbanizadas e terrenos com mata nativa.

Vale ressaltar que a Serra da Cantareira compreende a área do parque, de domínio patrimonial público e diversas propriedades particulares, urbanas e rurais. Portanto, o parque é a maior parte da Serra, mas não toda ela.

Folha171200Cantareira2.jpgA ocupação urbana desordenada é um processo de difícil controle na periferia de grandes metrópoles como São Paulo e essa região vem sofrendo já há alguns anos diversas ações de degradação ambiental por conta da instalação de loteamentos clandestinos, principalmente em seus setores sudeste, sul e sudoeste.

As propriedades particulares situadas nas encostas da Serra em zona rural foram sendo parceladas clandestinamente, caracterizando as recentes favelas da Zona Norte de São Paulo, principalmente na década de 1990. Isto ocorre devido ao rigor da legislação ambiental que protege as áreas de mata nativa em propriedades particulares.

A venda clandestina de lotes tomou-se um excelente negócio, pois são oferecidos a famílias de baixa renda que não conhecem as restrições legais de uso dos mesmos. O loteador clandestino aproveita-se das dificuldades quanto à fiscalização dos órgãos de controle e demora da justiça.

A ação conjunta de vários órgãos e a conscientização da população para o cuidado com a compra de terrenos na região, têm sido as principais armas para combater esse problema. Você também pode nos ajudar neste trabalho participando da Rede de Cooperação da Cantareira, enviando  notícias, denúncias, divulgando  boas  práticas na luta  pela  preservação da  Cantareira.

Núcleo Cabuçu
Este é o quarto e último núcleo do Parque, onde ainda há uma área que preserva parte da floresta nativa e vários animais.É resultado de uma importante parceria entre o Instituto Florestal, o SAAE (Serviço Autônomo de Abastecimento de Guarulhos) e Secretaria do Meio Ambiente do Município de Guarulhos.Recentemente este núcleo foi revitalizado, e o projeto auxilia na proteção dos mananciais e na ...
Núcleo Engordador
Este foi o segundo núcleo do Parque Estadual da Cantareira aberto à visitação pública e às atividades de educação ambiental, em duas etapas de 1992 à 1995, quando foi fechado e mais tarde, em 1997 quando uma importante parceria entre o Instituo Florestal e Furnas Centrais Elétricas permitiu sua reabertura ao público. Possui portaria, bilheteria, sanitários, área de piquenique, centro de visita...
Núcleo Pedra Grande
Este foi o primeiro núcleo do Parque Estadual da Cantareira aberto ao público em 1989, apresenta infra-estrutura de portaria, bilheteria, guarita, sanitários, audiovisual, anfiteatro, museu, áreas de piquenique e trilhas de interpretação da natureza, permitindo o desenvolvimento de atividades voltadas tanto para o público geral, como para o público escolar. Realiza agendamentos todos os semest...
Horto florestal
Poucos conhecem a importância história do parque, que teve sua origem no século passado, quando foi desapropriado o Engenho da Pedra Branca, em 1896, para instalação do Horto Botânico. O naturalista sueco Albert Löefgren foi o seu primeiro diretor, de 1907 a 1909. O Horto Botânico tornou-se a base para a criação do Serviço Florestal, hoje Instituto Florestal, órgão vinculado à Secretaria d...
Núcleo Águas Claras
O Núcleo Águas Claras é mais um núcleo de visitação e educação ambiental do Parque Estadual da Cantareira. A implantação de tal área já estava prevista no Plano de Manejo do Parque desde 1974, mas somente em 2000, através de uma parceria entre o Instituto Florestal e a Congregação das Associações da Serra da Cantareira (CASC) é que tal área pode vir a ser aberta ao público. O nome Água Cla...